Juíza corregedora do ES fala sobre Penas Inteligentes no 80º Encoge, que aconteceu em Recife

Sistema Eletrônico de Execução Unificado está em fase avançada no Estado.

A Juíza Titular da Vara de Execuções Penais de Vila Velha e Juíza corregedora do Poder Judiciário do Espírito Santo, Patricia Faroni falou sobre Penas Inteligentes e o SEEU (Sistema Eletrônico de Execuções Unificado), no 80º Encontro Nacional do Colégio Permanente de Corregedores Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil (Encoge), que aconteceu nos dias 7 a 9 de fevereiro, em Recife-PE. A palestra Penas Inteligentes foi apresentada no espaço reservado das oficinas para juízes.

Entre outras informações, a magistrada ressaltou que o SEEEU, desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça em parceria com o Tribunal de Justiça do Paraná, permite o controle informatizado da execução penal e das informações relacionadas ao sistema carcerário. “O sistema permite um trâmite processual mais eficiente e proporciona a gestão confiável dos dados da população carcerária no Brasil. Tudo isso por acesso direto pelo computador ou smartphone”, destacou.

Com o Tema “Eficiência, Gestão e Tecnologia”, o 80º Encoge discutiu temas de relevância para as corregedorias de justiça de todo o país, provendo o intercâmbio de experiências e compartilhamento de conhecimentos entre os magistrados.

O Corregedor Geral da Justiça do Espírito Santo, Desembargador Samuel Meira Júnior, participou do Encontro.

Vitória, 11 de fevereiro de 2019

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Maira Ferreira | mpferreira@tjes.jus.br

Andréa Resende
Assessora de Comunicação do TJES

imprensa@tjes.jus.br
www.tjes.jus.br