Elaboração

A metodologia escolhida para a elaboração do Planejamento Estratégico 2015-2020 foi o método Grumbach. Esse modelo preceitua etapas que progressivamente produziram um sistema de gestão estratégica específico para a realidade do Poder Judiciário Capixaba.

Captura de Tela 2015-08-05 as 22.46.53

Essas etapas foram desenvolvidas em Oficinas de Trabalho (Workshops). Nesses Workshops de Planejamento Estratégico, buscavam-se dois objetivos: alinhar o conhecimento da Instituição acerca da ferramenta e desenvolver um subsídio específico que seria utilizado na construção do Plano Estratégico 2015-2020.

Ao longo de 8 meses de trabalho, foram realizados 13 Workshops cujos produtos incluem:

  • Identificação do Sistema do Judiciário Capixaba;

  • Diagnóstico Estratégico;

  • Elaboração de Eventos Futuros relevantes para o Poder Judiciário do Espírito Santo;

  • Pesquisa Delphi;

  • Avaliação de Impactos Cruzados;

  • Geração de Cenários Prospectivos;

  • Análise Prospectiva;

  • Alinhamento Estratégico.

Esses produtos foram alcançados utilizando-se técnicas matemáticas e probabilísticas como teorema de Bayes e Simulação Monte Carlo, além de metodologias como a Teoria do Jogos e o Balanced Scorecard.

Captura de Tela 2015-08-05 as 23.00.42

Em todo o processo, buscou-se elaborar um Planejamento Estratégico marcado pela participação. Por isso, todos os Workshops estavam abertos a participação de qualquer servidor ou magistrado do Poder Judiciário do Espírito Santo. Além disso, por meio de um software online, podia-se colaborar com o Plano Estratégico em construção de qualquer localidade, desde que houvesse acesso a internet.

Externamente, o Poder Judiciário Capixaba contou com a participação de especialistas em diversas áreas de conhecimento. Eles responderam a uma Pesquisa Delphi sobre os desafios que o Poder Judiciário Capixaba vai enfrentar nos próximos anos. Essa pesquisa foi também aberta à sociedade em geral, que bastava efetuar um cadastro no Portal do Poder Judiciário do Espírito Santo para também colaborar com o Planejamento Estratégico.

Todo esse importante processo de elaboração foi sintetizado em um mapa estratégico, que comunica a missão e a visão do Poder Judiciário Capixaba, além de explicitar os objetivos estratégicos da Instituição para o sexênio 2015-2020.

img

Para cada objetivo estratégico, existem iniciativas e indicadores. As iniciativas darão origem aos Programas, Projetos e Ações e os indicadores servirão para monitorar se a execução dessas iniciativas está efetivamente contribuindo para o alcance dos objetivos estratégicos. Dessa forma, o Poder Judiciário do Espírito Santo estará cada vez mais atuando de forma eficaz, eficiente e efetiva.

Ainda na fase de elaboração, foi efetuado o desdobramento do Planejamento Estratégico da Instituição em Planos Setoriais. Coube aos diversos setores do Poder Judiciário do Espírito Santo elaborar um mapa estratégico setorial que demonstrasse como aquele setor iria contribuir para a estratégia institucional e quais as iniciativas que estariam sob sua responsabilidade.

Embora um ciclo de revisão da Estratégia seja fundamental, cumpre lembrar que o Planejamento Estratégico é uma ferramenta que trabalha constantemente com hipóteses de causa e efeito. Por isso, a fase de elaboração deve ocorrer continuamente, sempre que houver necessidade de alinhamento.