“Por que e como Atuar com os Precedentes Judiciais no Brasil?” é tema de curso presencial promovido pela Emes

Marcelo Ornellas Marchiori homem de pele branca e cabelos pretos. Ele veste terno na cor cinza, camisa azul claro e gravata azul marinho.

As aulas são voltadas para integrantes do Poder Judiciário, prioritariamente magistradas, magistrados, assessoras e assessores.

A Escola da Magistratura do Espírito Santo (Emes) promove o curso Por que e como Atuar com os Precedentes Judiciais no Brasil? Uma Análise Crítica e Propositiva sobre o Sistema Brasileiro de Precedentes, a ser ministrado presencialmente pelo assessor-chefe do Núcleo de Gerenciamento de Precedentes e de Ações Coletivas do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Marcelo Ornellas Marchiori, de 10 a 12/07, na Sala 4 da Emes.

No dia 10, as atividades acontecerão somente no turno vespertino, das 13h às 17h; já nos dias 11 e 12/07, as atividades acontecerão em dois turnos, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O curso é voltado para integrantes do Poder Judiciário do Estado (PJES), prioritariamente magistradas, magistrados, assessoras e assessores.

A ação atende a preceitos do planejamento estratégico do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES) para o período, definido a partir de diretrizes fixadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

As vagas são limitadas, de acordo com a capacidade da plataforma a ser utilizada e das especificidades da metodologia adotada. Inscrição via formulário eletrônico disponível aqui: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScBkAUoF8iSg4ICUFHTsklP4-nRoji8rMFCbZPSGpqOon4zfg/viewform

Vitória, 14 de junho de 2024

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Emes | emes@tjes.jus.br

Maira Ferreira
Assessora de Comunicação do TJES

foto: Gil Ferreira/Agência CNJ