TJES atualiza composição do Comitê Gestor Estadual da Plataforma Digital do Poder Judiciário

Arte digital de circuitos integrados de sistemas.

A PDPJ-Br é uma política pública do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que incentiva o desenvolvimento colaborativo entre os tribunais de justiça.

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) divulgou, nesta quinta-feira (20/06), no Diário da Justiça (e-diário), a nova composição do Comitê Gestor Estadual da Plataforma Digital do Poder Judiciário Brasileiro (PDPJ-Br), que é responsável pela avaliação das necessidades relativas aos microsserviços e módulos da PDPJ-Br.

Isto porque esta Plataforma Digital é uma política pública do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que integra as principais ferramentas de gestão processual, bem como o desenvolvimento colaborativo de iniciativas que poderão ser compartilhadas com todos os tribunais de Justiça.

Dessa forma, o Comitê, cujos trabalhos são coordenados pela Presidência do Comitê de Governança e Tecnologia da informação e Comunicação do TJES, tem como atribuições: avaliar as necessidades de evolução e correção dos microsserviços e módulos da PDPJ-Br; propor a organização da estrutura de atendimento às demandas de seus usuários internos e externos; divulgar as ações da PDPJ-Br em sua jurisdição; apresentar ao Comitê Gestor Nacional a proposta de plano de ação para a implantação da PDPJ-Br no tribunal; e acompanhar a execução do plano de ação; bem como monitorar e avaliar periodicamente os resultados do plano de implementação.

O grupo tem como membros, o juiz assessor especial da Presidência Adriano Corrêa de Mello, a secretária de Tecnologia da Informação, Marcianne Ribeiro Antunes Lima, o coordenador de Desenvolvimento da STI, Luiz Claudio Schwartz Borges, o coordenador de Suporte e Manutenção da STI, Harvidan Das Rodor Araújo, o procurador de Justiça e coordenador da Assessoria de Integração Tecnológica e Sistemas (ATEC/MPES), Alexandre José Guimarães, o defensor público Vitor Valdir Ramalho Soares, o procurador do Estado Rafael Santos de Almeida e o advogado Daniel de Abreu Mendes.

Também participam do Comitê como suplentes, o promotor de Justiça e diretor-geral do MPES, Lidson Fausto da Silva, a defensora pública Maria Gabriela Agapito da Veiga Pereira da Silva, o procurador do Estado Igor Gimenes Alvarenga Domingues, e o advogado Alberto Nemer Neto.

Conheça a PDPJ-Br: https://www.cnj.jus.br/tecnologia-da-informacao-e-comunicacao/plataforma-digital-do-poder-judiciario-brasileiro-pdpj-br/

Saiba mais sobre o Comitê estadual em: https://sistemas.tjes.jus.br/ediario/index.php/component/ediario/?view=content&id=1738496

Vitória, 20 de junho de 2024

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Elza Silva | imprensa@tjes.jus.br

Maira Ferreira
Assessora de Comunicação do TJES

imagem: freepik