Estratégia de TIC

O planejamento é inerente ao serviço público. Isso ganha destaque em diversos normativos, dentre eles a previsão no art. 6º do Decreto Lei n° 200, datado de 1967, no qual elenca o planejamento como um dos princípios fundamentais da Administração Pública.

Uma Gestão de TI eficaz, eficiente e efetiva está apoiada em um modelo de Governança específico da área que visa alcançar a maturidade no planejamento dos recursos e na entrega na prestação de serviços. Destacamos a definição de Governança de TI (IT Governance Institute-2007), que demonstra a responsabilidade da Alta Administração:

“A governança de TI é de responsabilidade da alta administração (incluindo diretores e executivos), na liderança, nas estruturas organizacionais e nos processos que garantem que a TI da empresa sustente e estenda as estratégias e objetivos da organização.”

O Modelo de Gestão implantado na Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Poder Judiciário do Estado do Espírito Santo tem por objetivo o alinhamento da estratégia da área de Tecnologia da Informação (TI) aos objetivos estratégicos da organização.

Segundo o ISACA/COBIT 5.0 – Modelo corporativo para a Governança e Gestão de TI da organização – o alinhamento estratégico foca em garantir a ligação entre os planos de negócios e de TI, definindo, mantendo e validando a proposta de valor de TI, alinhando a estratégia de TI com a estratégia da organização.

Este alinhamento se reflete no Modelo de Gestão e nos Planos Estratégico de TIC (PETIC) e Diretor de TIC (PDTIC) do Poder Judiciário do Estado do Espírito
Santo.