Plantão Judiciário

Plantão Judiciário – 1ª Instância

Vitória (sede), Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Domingos Martins e Marechal Floriano, Fundão e Santa Leopoldina.
Guarapari (sede), Marataízes, Itapemirim, Rio Novo do Sul, Anchieta, Piúma, Iconha e Alfredo Chaves.
Afonso Claudio (sede), Iúna, Ibatiba, Conceição do Castelo, Venda Nova, Muniz Freire, Santa Teresa, Santa Maria de Jetibá, Itarana, Itaguaçu e Laranja da Terra .
Cachoeiro de Itamemirim (sede), Mimoso do Sul, Castelo, Muqui, Presidente Kennedy, Vargem Alta, Atílio Vivacqua, Guaçuí, Alegre, Ibitirama, Bom Jesus do Norte, Apiacá, São José do Calçado, Dores do Rio Preto e Jerônimo Monterio.
Linhares (sede), Aracruz, Ibiraçu, Rio Bananal, João Neiva, São Mateus, Conceição da Barra, Pedro Canário e Jaguaré.
Colatina (sede), Baixo Guandu, Marilândia, São Domingos do Norte, Pancas e Alto Rio Novo.
Barra de São Francisco (sede), Ecoporanga, Mantenópolis, Água Doce do Norte , Águia Branca, Nova Venécia, São Gabriel da Palha, Boa Esperança, Pinheiros, Montanha e Mucurici.

Plantões do Tribunal de Justiça 

 

 

 

Plantão Judiciário – 2ª Instância (PORTARIA Nº 001/2014)

 


 

INFORMATIVO

DISPONIBILIZAÇÃO DE SALA NO TJ/ES PARA OS MAGISTRADOS QUE ATUAREM NO PLANTÃO JUDICIÁRIO DE PRIMEIRO GRAU

 Considerando que os locais onde se realiza o Plantão Judiciário de Primeiro Grau neste Tribunal de Justiça não possuem gabinete adequado ao exercício das atividades jurisdicionais; 

Informo que, a partir da presente data, a sala ocupada durante o expediente ordinário pelo Núcleo Socioambiental deste Poder Judiciário, localizada no subsolo do prédio sede deste Tribunal de Justiça, poderá ser utilizada pelos Magistrados nos horários do Plantão Judiciário de Primeiro Grau, ou seja, de segunda a sexta-feira das 19 horas às 12 horas e aos sábados e domingos em tempo integral. 

Importa registrar que o espaço possui ar-condicionado, 04 estações de trabalho, 04 computadores, 02 mesas e 01 gaveteiro extras, mesa para reuniões, cadeiras e uma copa com bebedouro.

 Ressalto que a chave da referida sala ficará à disposição no Corpo da Guarda, na entrada do subsolo, onde deverá ser entregue após o uso do espaço. 

Vitória, 18 de abril de 2016.

Marcelo Tavares de Albuquerque
Secretário Geral